previsao de onda grafico

COMO ENTENDER OS GRÁFICOS DE PREVISÃO DAS ONDAS?

O que é um swell? O que é e como funciona a ondulação?

SWELL
Em português significa “ondulação“. As ondulações são formadas por tempestades em alto mar, que consequentemente vem em direção da costa e formam as ondas para que sejam surfadas. Quando isso acontece, a turbulência destas tempestades impulsionam a superfície criando grandes ondulações que se propagam e podem viajar por longas distâncias, aumentando de tamanho quando o mar vai ficando raso e formando grandes ondas ao chegarem na costa. As ondas se formam então quando “batem” em alguma bancada de coral ou areia.

Curta a nossa Fan Page e siga-nos no Instagram e Twitter para ficar por dentro de diversas dicas e informações.

VENTOS
O melhor vento para a prática do bodyboard ou Surf é o terral (off shore), é aquele vento que sopra da terra em direção ao mar, dando aquela sensação de spray para trás da onda. Normalmente estes ventos são mais quentes também, mas varia muito para cada região ou país. Os ventos interferem diretamente na formação das ondas. Além disso, o vento é também o responsável pela formação das ondas em alto mar.

PERÍODO DAS ONDAS

É o intervalo de tempo entre uma onda e outra. É uma das variáveis mais importantes da previsão das ondas, já que indica, entre outros aspectos, a velocidade e o tamanho das ondas. Note que em praticamente todos os gráficos de previsão de ondas tem a informação do período.

Quando o período é curto, de 7 ou 8 segundos, por exemplo, as ondas não formam muito bem e, nesse caso, as séries não são muito boas. À medida que o período aumenta, as ondas tendem a alinhar-se melhor e formar boas séries.

Os grandes Swells são gerados por ventos mais “antigos” e um por período mais longo de uma tempestade. Os ventos que permanecem soprando por um tempo maior, possuem maior energia acumulada e viajam por uma velocidade maior nos oceanos, e assim tendem a se organizarem como séries (vagalhões) de ondas.

Os swells com período curtos, com 10 segundos ou menos não possuem energia suficiente para viajar longos quilômetros até a costa. Nesse sentido, quando olhamos nos gráficos, os períodos de 12 segundos ou mais, tendem a ser melhores, mas existem exceções. Quanto maior os segundos de período do swell, maior é a velocidade com que a onda viaja em direção a costa.

No Brasil o período médio das ondas é de 8 a 10 segundos, o que pode ser considerado bom. Mas essa regra não é imutável pois o mar não é uma ciência exata e, às vezes, um longo período pode acarretar ondas ruins. Portanto, a melhor coisa a se fazer é analisar e aprender como são as características de cada praia, os melhores ventos, a direção do swell, etc.

Informamos que os anúncios a direita de seu visor são todos confiáveis, por gentileza apenas clique no primeiro para nos AJUDAR a manter nosso Site e projeto crescer, pois ganhamos com publicidade do google a cada clique de alguém. Obrigado.

Swell-ondulação-mundo-bodyboard

A INFLUÊNCIA DA LUA
As variações da lua influenciam diretamente nas marés, uma lua cheia, por exemplo, significa uma maré com muitas variações. As mudanças de fases da lua também influenciam no tamanho das ondas. A cada dia, a influência lunar provoca correntes marítimas que geram duas marés altas (quando o oceano está de frente para a Lua e em oposição a ela) e duas baixas (nos intervalos entre as altas). Ou seja, em um dia temos duas marés baixas e duas altas.

GEOGRAFIA DE CADA LOCAL
Para que você entenda quais são as melhores condições e principalmente o melhor vento para cada praia ou uma onda específica, é necessário que você saiba a localização geográfica de onde você vai surfar. Um vento nordeste pode ser ótimo para para surfar em uma praia com uma geografia diferenciada. Se a praia estiver apontada (no Brasil) com uma curva mais acentuada para o norte, esse vento nordeste, por exemplo, entra como terral, proporcionando boas condições com uma boa ondulação. É necessário então estudar um pouco da onda e do local onde será surfado.

MELHOR VENTO E ONDULAÇÃO PARA UM MAR CLÁSSICO
Objetivamente falando, o melhor vento é o terral, conforme já mencionado acima, é o vento que vem da terra em direção ao mar, também chamado de OFF-SHORE. Entretanto, isso vai depender da geografia de cada praia, um vento sul ou nordeste pode entrar como terral em praias específicas. A ondulação também tem que ser estudada, pois tudo é muito relativo e não existem regras exatas para se dizer quando terá um grande clássico, mas é possível prever uma tendência forte através dos gráficos.

A BANCADA E A FORMAÇÃO DAS ONDAS
A bancada, ou o fundo de uma onda ditam como esta onda é e será formada. Lugares como o Hawaii ou Indonésia por exemplo, onde possuem fundos de pedras e corais as ondas se formam mais perfeitas e tubulares. Claro que não é somente um fundo de coral que vai proporcionar boas ondas, mas um conjunto inteiro, como a direção do swell, o vento e a geografia do local. A natureza é diversa e alguns lugares do planeta as praias são privilegiadas em quase todos os aspectos.

reef-pipeline

*(C) copyright Mundo Bodyboard – O conteúdo desta página é de direito autoral da equipe Mundo Bodyboard. Qualquer tipo de cópia ou reprodução deverá OBRIGATORIAMENTE colocar a fonte com LINK para esta página.