Mundo Bodyboard

Viagens

Screenshot_3

Existem diversas dicas para você viajar tranquilo pelo mundo com segurança e para que principalmente consiga gastar menos dinheiro possível e economizar ao máximo, seja para fazer o seu mochilão, pra surfar ou a turismo mesmo.

Para isso a equipe MundoBodyboard com a ajuda de seus colaboradores, atletas, bodyboarders, surfistas e amigos, sugerem nesta página diversas opções de destinos baseando-se nas experiências que tiveram por lugares onde já viajaram mundo a fora. Visite cada menu, fique ligado nas dicas e boa viagem!

Para saber e receber dicas de passagens aéreas e promoções relâmpagos curta a Fan Page MundoBodyboard. E siga nosso INSTAGRAM.

Disponibilizamos um “arsenal” de informações para você abaixo, inclusive desde os primeiros passos de como fazer o seu passaporte. Clique nos ícones e leia as dicas para você fazer uma viagem tranquila. Se possível comente abaixo desse post nos enriquecendo e repassando a sua experiência de viagem pelo mundo.

No último menu (no rodapé da página) você encontrará também uma lista de blogs sobre viagens e destinos, leia, pesquise, informe-se ao máximo que puder sobre o país de destino para que sua viagem não tenha os famosos imprevistos.

1Como fazer seu Passaporte

Primeiramente, acesse o link oficial da policia federal e leia atentamente todas as informações necessárias para o requerimento.

Requerer passaporte

Acesse o link documentação necessária e, após o menu denominado PASSAPORTE COMUM (para brasileiros).

O passaporte no Brasil demora em média de 20 a 30 dias entre a solicitação e o agendamento para a retirada. Lembrando que não existe renovação de passaporte, a cada 10 anos é obrigatório fazer um novo.

2Comprando sua Passagem

1º: Devido a concorrência das companhias aéreas, hoje está bem mais acessível conseguir passagens mais baratas, é necessário estar ligado nas promoções de destino acessando os sites de busca diariamente.

1º: Vá primeiramente em alguns sites de busca procurar seu voo como: Decolar.com, Submanirnoviagens, viajanet. Nestes sites específicos você conseguirá encontrar o voo para a data e o valor que você quer. DICA: Após achar seu voo nesse site de busca vá DIRETO PARA O SITE DA CIA aérea e compre direto de la. Mas por quê? Porque neste site você pagará uma taxa de serviço.

Dependendo do país de origem que você quer ir (e se você já tem experiência em comprar passagens) evite utilizar agências de viagens, as mesmas conseguem valores normalmente mais caros de passagens aéreas (salvo algumas exceções). A dica é para que você entre em contato com um amigo que já tenha ido para o país e já tenha experiência em comprar passagens. Mas se você é “marujo de primeira viagem” e para evitar problemas, recomendamos que entre em contato com uma agência confiável e mais próxima de você.

IMPORTANTE: Se o seu destino é um país de primeiro mundo como a AUSTRÁLIA, E.U.A, NOVA ZELÂNDIA e outros de difícil acesso, é extremamente recomendável entrar em contato com uma agência de viagens para que o seu visto não seja negado e para que você apresente exatamente toda a documentação necessária. Não é recomendado solicitar o visto sem ter experiência nesses casos.

3Se meu voo atrasar ou cancelar, quais meu DIREITOS?

QUAIS MEUS DIREITOS SE MEU VOO ATRASAR OU FOR CANCELADO?

Voos domésticos ou internacionais em território brasileiro (Resolução 141 Anac):

Atraso superior a 2 horas:
• Alimentação (voucher para almoço, jantar ou lanche);
• Comunicação (telefone¬ma).

Cancelamento ou atraso superior a 4 horas (ou se já houver estimativa desse atraso):

Nesse caso, o cliente tem o direito de decidir a melhor opção de acomodação. O passageiro não é obrigado a aceitar a proposta da empresa aérea. No caso de cancelamentos, é muito comum as empresas ocultarem o direito do passageiro de escolher voos de outras empresas. Isso porque elas pagam caro para reacomodar os passageiros nas concorrentes. Mas é um direito seu! Exija se precisar.

Conheça aqui os seus direitos:
• Reembolso integral, incluindo a taxa de embarque. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
• Remarcar o voo para data e horário de sua conveniência, sem custo. Nesse caso, a empresa poderá suspender a assistência material;
• Embarcar no próximo voo da mesma empresa, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino. A empresa deverá oferecer assistência material;
• Embarcar no próximo voo de outra empresa aérea, se houver disponibilidade de lugares, para o mesmo destino, através do endosso;
• Acomodação ou hospedagem e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se você estiver no local de seu domicílio, a empresa poderá oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto;
• Concluir a viagem por outra modalidade de transporte (ônibus, van, táxi etc), quando em trânsito ou próximo ao aeroporto de destino.

IMPORTANTE: no Brasil não importa o motivo que ocasionou o atraso ou cancelamento. A responsabilidade É DA COMPANHIA AÉREA e cabe a ELA prover as opções de acomodação ou assistência. Mesmo no caso de problemas climáticos, a empresa área é solidária. No entanto, apesar da lei estar do lado dos passageiros, as empresas aéreas nacionais insistem em descumpri-la.

Caso seu voo seja cancelado ou atrase mais de 4 horas, siga esse passo a passo:
1. Procure o atendente da empresa aérea no check-in ou em qualquer portão de embarque. Informe o ocorrido e solicite assistência;
2. Verifique no painel o aeroporto ou pela internet se a solução oferecida é a que melhor lhe atende, considerando os voos disponíveis. Caso contrário, exija a melhor solução. As empresas tem cópias do Guia do Passageiro com um resumo dos seus direitos em caso de atrasos ou cancelamentos;
3. Caso o atendente se negue a resolver o problema peça para falar com o supervisor de plantão. Toda empresa é obrigada a designar um agente líder ou supervisor para o check in ou o embarque. Explique a ele o problema, diga que conhece e exige seus direitos e ameace procurar a Anac. Seja firme. Eles costumam negar o primeiro pedido, mas acabam cedendo quando percebem que o passageiro não vai desistir (infelizmente, quase 100% dos casos funciona assim);
4. Se não resolver o problema com a supervisão procure o escritório da Anac e/ou do Juizado Especial Cível do aeroporto. Se não conseguir, ligue para Anac e registre a reclamação;
5. Tire foto do painel, do cartão de embarque e registre tudo o que puder como prova, pois a justiça deve ser o caminho caso seus direitos não sejam respeitados. As empresas aéreas são rés assíduas dos tribunais e costumam perder suas causas quando o direito dos passageiros é violado. A forma mais fácil e econômica de ingressar é através do Juizado Especial Cível.

Voos nos Estados Unidos:
• O motivo do atraso ou do cancelamento é que define se haverá ou não alguma compensação;
• Em caso de problemas técnicos ou operacionais, a empresa oferecerá estadia, transporte, alimentação e reacomodação, bem como alguma compensação em crédito, dinheiro ou milhas. Nos EUA, em geral, não há resistência para acomodar os passageiros em voos de outras companhias;
• Em caso de condições climáticas, ou eventos que não sejam de responsabilidade das empresas aéreas, não há compensação. Nesse caso o passageiro tem que arcar com estadia, alimentação e transporte, recebendo apenas um voucher de desconto. Apenas a remarcação do voo é feita, mesmo assim priorizando os voos da própria empresa. Portanto, esteja preparado para essa contingência, especialmente se viajar nos meses de frio (novembro, janeiro, fevereiro e março).
• Nos Estados Unidos, por ser mais comum a ocorrência de eventos climáticos, há protocolos bem definidos quanto à acomodação de passageiros. Não adianta insistir, pois eles seguirão estritamente os protocolos. A vantagem é que eles avisam desses eventos com antecedência e permitem que o passageiro escolha a opção de reacomodação pela internet ou pelo telefone. Mesmo assim filas enormes se forma nos aeroportos e é comum passageiros dormirem no terminal aguardando uma nova oportunidade de embarque.

Voos na Europa:
• O motivo do atraso ou do cancelamento é que define se haverá ou não alguma compensação;
• Em caso de problemas técnicos ou operacionais, a empresa oferecerá estadia, transporte, alimentação e reacomodação, bem como alguma compensação em dinheiro;
• na Europa, em geral, não há resistência para acomodar os passageiros em voos de outras companhias;
• Em caso de preterição de embarque, cancelamento ou de chegada ao destino final especificado no seu bilhete com mais de três horas de atraso, os passageiros podem receber uma indenização, que varia entre 250 e 600 euros, de acordo com a distância do voo;
• Se o voo tiver um atraso superior a cinco horas, há direito ao reembolso integral ou assistência da empresa área, semelhante ao que temos no Brasil;
• Em caso de condições climáticas, ou eventos que não sejam de responsabilidade das empresas aéreas, não há compensação. Nesse caso o passageiro tem que arcar com estadia, alimentação e transporte, recebendo apenas um voucher de desconto. Apenas a remarcação do voo é feita, mesmo assim priorizando os voos da própria empresa. Isso se aplica também quando o passageiro é avisado com pelo menos duas semanas de antecedência do voo ou se lhe for proposto um voo alternativo com o mesmo trajeto num horário semelhante ao do voo inicial. Portanto, esteja preparado para essa contingência, especialmente se viajar nos meses de frio (novembro, janeiro, fevereiro e março).

4Comprando dólares ou moedas

A dica para comprar seus dólares (ou a moeda do país de destino) é bem simples, evite comprar e trocar seus REAIS na última hora e principalmente em aeroportos. Com certeza você perderá dinheiro e pagará caro pela moeda caso utilize estes serviços nos aeroportos.

No Brasil existem várias casas de câmbios onde você poderá estar pedindo a cotação mais barata para a empresa, e assim conseguir pagar o preço mais acessível. Com cerca de uns 3 meses antes de sua viagem já fique atento na cotação da moeda e se a tendência será de aumentar ou baixar o seu valor. Com a moeda em um baixo valor, indicamos para que compre imediatamente.

5Como reservar um hotel? Onde ficar e por onde começar?

Você por ir para o tripadvisor e ver as recomendações, eles tem um ranking por cidade, bairro e com os destinos mais populares. Fica mais fácil de ter uma ideia por onde começar.

Existe também um site chamado couchsurfing que pode auxiliar e muito você. O Projecto CouchSurfing (CS) é um serviço de hospitalidade com base na Internet. Em 2012 atingiu a marca de 1 milhão de membros em mais 180 países e territórios. A partir de vários indicadores estima-se que muitos membros usavam o site de uma forma muito ativa, com 47% a oferecerem os seus sofás a viajantes (enquanto outros 23% dizia “talvez” e outros encontravam-se a viajar).

Vá para o booking.com ou hoteis.com verificar mais ou menos os preços dos hotéis.

Dica extra: Você pode usar outro website de pesquisa de hotéis, como o hoteis.com, vai de preferência mesmo.

6É econômico usar cartão de crédito?

Cartão de crédito

Fora do Brasil utilizando o cartão internacional nós pagamos quase 6.38% de IOF (imposto sobre operações financeiras), ou seja, você deverá acrescentar mais esta porcentagem acima do valor (moeda local) que você comprar.

Antes da lei entrar em vigor em 2013, poderíamos usar o cartão pré-pago (travel money) e pagar apenas 0.38 de IOF. Entretanto, isso mudou e já não é tão recomendado usar este cartão pelo menos para

7Como fazer o cartão travel Money

O cartão internacional Rendimento TravelMoney é a maneira mais moderna de levar dinheiro em suas viagens ao exterior. Trata-se de um cartão pré-pago, recarregável, que pode ser utilizado para saques (rede Plus) e compras (rede Visa) em mais de 200 países.

Ao adquirir um Rendimento Visa TravelMoney, você terá as seguintes vantagens:
• Sem risco de variação cambial contra a alta da moeda estrangeira;
• Rede de aceitação, presente em mais de 200 países e territórios**;
• Mais de 30 milhões de estabelecimentos credenciados para fazer suas compras;
• Saques em mais de 2 milhões de caixas automáticos filiados a rede Plus espalhados pelo mundo;
• O cartão está disponível nas moedas dólar americano, euro, libra esterlina, dólar australiano, dólar canadense e peso argentino; e as compras e saques são realizados na moeda local do país em que estiver;
• Disponibilidade de até 4 (quatro) cartões adicionais que acessam o mesmo saldo;
• Primeira*** reposição gratuita no local onde você solicitar;
• Recarga online, à distância, garantindo mais tranquilidade na sua viagem;
• Consultas de saldo ou extrato diretamente no site www.cotacao.com.br/cartaoprepago.

**Nos países que sofrem embargo político e/ou econômico dos EUA, a aceitação do cartão é restrita. Se necessário, consulte a Cotação antes da aquisição.
***A partir da segunda reposição no exterior, haverá um custo de envio que pode ser consultado na seção Tarifas Bancárias do site www.rendimento.com.br. A tarifa será debitada diretamente do saldo disponível do cartão.

8Encontre caixas eletrônicos ao redor do mundo

Uma outra grande dica e um canal de facilidade que muitos não sabem, é que antes mesmo da sua viagem você já pode tentar localizar alguns caixas eletrônicos para poder usar o seu cartão internacional, caso assim deseje.

Clique nos links abaixo, procure o país e confira as informações:

Visa Plus

Saiba mais informações sobre tarifas no site do seu banco:

Banco do Brasil

Bradesco

HSBC

Itaú

Santander

9Dicas gerais de viagem e bagagem

BAGAGEM
Procure não ir com muita bagagem para as suas viagens internacionais, com certeza você encontrará diversos produtos baratos e que você não deixará de comprar. Assim, além de você ter espaço para tudo, não pagará excesso de bagagem para a companhia aérea.

PESO DAS BAGAGENS
Entre em contato e verifique também o peso máximo de sua mala diretamente com a sua companhia para evitar excessos na ida ou na volta, você pagará caso não esteja exatamente conforme as regras de voo.

VOOS NACIONAIS
Normalmente você poderá levar até 23kg de bagagem de acordo com a legislação brasileira. Isso inclui mais de um volume (duas malas por exemplo). Além da bagagem de mão que não conta no peso citado acima.

VOOS INTERNACIONAIS
O passageiro tem direito a levar uma ou mais malas com o peso até 32Kg.

Além disso, você poderá também levar uma bagagem de mão que pode ter no máximo 5Kg e com o um tamanho de 115cm.

VOOS COM CONEXÕES ONDE RETIRO MINHA MALA?
Normalmente na hora do check-in o atendente já vai lhe informar o destino final de sua mala. Por exemplo: Você vai para o Hawaii, mas tem conexões no Peru, Costa Rica e Los Angeles. Sua mala deverá ser pega por você somente em Los Angeles, mas existem exceções, por isso informe-se bem na hora de despachar sua (s) mala (s) para evitar transtornos e extravios.

DOCUMENTOS
Ande sempre com seu passaporte. Um documento original é sempre necessário, até mesmo para compras com cartão de crédito. Qualquer imprevisto que você tiver no país de destino caso não esteja com a documentação você poderá passar por situações desagradáveis.

Saiba mais sobre o assunto bagagens diretamente no site de algumas companhias aéreas

Gol

Tam

Azul

Avianca

Passaredo

Lan

10Permissão internacional para dirigir

Quem viaja para o exterior e pretende dirigir deve providenciar a nova PID (Permissão Internacional para Dirigir) junto às seguintes instituições:

Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e Ciretrans (Circunscrição Regional de Trânsito).

Por determinação do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), a PID passa a ser padronizada e emitida diretamente pelos órgãos estaduais de trânsito. A PID é aceita em mais de cem países (ver relação abaixo), porém não é válida para circular em território nacional, portanto, não substitui a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A PID terá a mesma categoria, restrições médicas e validade da Carteira Nacional de Habilitação.

Não será emitida a PID aos condutores que estiverem habilitados apenas na categoria `ACC` (conduzir ciclomotores), aos que estiverem cumprindo suspensão do direito de dirigir ou aos que tiverem restrições administrativas ou judiciais que impeçam a expedição da CNH. Caso o condutor tenha que entregar a CNH para cumprir alguma penalidade, será exigida também a entrega da Permissão Internacional.

Países que aceitam a Permissão
Internacional para Dirigir (PID): África do Sul, Albânia, Alemanha, Anguila (Grã Bretanha), Angola, Argélia, Argentina, Arquipélago de San Andres Providência e Santa Catalina (Colômbia), Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Bielo-Rússia, Bélgica, Bermudas, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Cazaquistão, Ceuta e Melilla (Espanha), Chile, Cingapura, Colômbia, Congo, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Gilbratar (Colônia da Grã Bretanha), Grécia, Groelândia (Dinamarca), Guadalupe (França), Guatemala, Guiana, Guiana Francesa (França), Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Ilha da Grã-Bretanha (Pitcairn, Cayman, Malvinas e Virgens), Ilhas da Austrália (Cocos, Cook e Norfolk), Ilhas da Finlândia (Aland), Ilhas da Coroa Britânica (Canal), Ilhas da Colômbia (Geórgia e Sandwich do Sul), Ilhas da França (Wallis e Futuna), Indonésia, Irã, Iriã Ocidental, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Martinica (França), Marrocos, Mayotte (França), México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Montserrat (Grã Bretanha), Namíbia, Nicarágua, Níger, Niue (Nova Zelândia) Noruega, Nova Caledônia (França), Nova Zelândia, Nueva Esparta (Venezuela), Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polinésia Francesa (França), Polônia, Porto Rico, Portugal, Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales), República Centro Africana, República Checa, República Dominicana, Republica Eslovaca, Reunião (França), Romênia, Saara Ocidental, Saint-Pierre e Miquelon (França), San Marino, Santa Helena (Grã Bretanha), São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia, Suécia, Suíça, Svalbard (Noruega), Tadjiquistão, Terras Austrais e Antártica (Colônia Britânica), Território Britânico no Oceano Índico (Colônia Britânica), Timor, Toquelau (Nova Zelândia), Tunísia, Turcas e Caicos (Colônia Britânica), Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

11 Países que exigem a vacinação contra a febre amarela

Brasil
Brunei
Burkina Fasso
Burundi
Butão
Cabo Verde
Camarões
Camboja
Cazaquistão
Chade
China
Cingapura
Colômbia
Congo
Djibuti
Dominica
Egito
El Salvador
Equador
Eritréia
Etiópia
Fiji
Filipinas
Gabão
Gâmbia
Gana
Granada
Grécia
Guadalupe
Guatemala
Guiana
Guiana Francesa
Guiné
Guiné-Bissau
Guiné Equatorial
Haiti
Honduras
Iêmen
Ilha de Pitcairn
Ilhas Salomão
Índia
Indonésia
Iraque
Jamaica
Jordânia
Kiribati
Kuait
Laos
Lesoto
Líbano
Libéria
Líbia
Madagascar
Malásia
Malaui
Maldivas
Mali
Malta
Maurício
Mauritânia
México
Moçambique
Myanma
Namíbia
Nauru
Nepal
Nicarágua
Níger
Nigéria
Niue
Nova Caledônia
Omã
Panamá
Papua-Nova Guiné
Paquistão
Paraguai
Peru
Polinésia Francesa
Palau
Portugal
Quênia
República Centro-Africana
Reunião
Ruanda
Samoa Americana
Samoa Ocidental
Santa Helena
Santa Lúcia
São Cristóvão e Névis
São Tomé e Príncipe
São Vicente e Granadinas
Senegal
Serra Leoa
Seychelles
Síria
Somália
Sri Lanka
Suazilândia
Sudão
Suriname
Tailândia
Tanzânia
Togo
Tonga
Trinidad e Tobago
Uganda
Venezuela
Vietnã
Zaire
Zimbábue

12Condições climáticas no mundo inteiro

Um site onde você fica sabendo em tempo real sobre o clima e a temperatura no mundo inteiro:

Basta clicar aqui e digitar e procurar o seu destino.

13Horário local de qualquer cidade no mundo

Quer saber a hora exata de qualquer lugar no mundo inteiro? Basta acessar o site qlock.com e colocar o nome da cidade de destino (Find a city) e pronto, assim você poderá programar seu voo e ficar já sabendo os horários do local de destino.

14DICA: Os melhores blogs sobre turísmo e viagens
Esse mundo é nosso – Adolfo e Rafael, dois jornalistas apaixonados por viagens brincam de conhecer o mundo e postar tudo no blog.

Nós no Mundo – Esse é um daqueles blogs que você fica querendo visitar todos os destinos que são postados. A Anna tem as manhas de mesclar um texto legal com fotos que te transportam para o destino.

360 Meridianos – Rafael, Natalia e Luiza deixaram BH para fazer um intercâmbio na Índia e dar a volta ao mundo. O resto da história você entra no blog e confere.

Matraqueando – Se você não pode visitar todos os blogs dessa lista, passe pelo menos no Matraqueando. A jornalista Silvia Oliveira dá dicas de viagens e comidinhas com fotos e textos fantásticos.

Viagens para Mãos de vaca – Denise (ex-comissária da Varig) e Henry (fotógrafo e autor de vários livros) moram em Nova York e dão dicas para viajar gastando pouco. Eles também são os autores do Guia Nova York para Mãos de Vaca.

Rodei – Thiago é jornalista e dá muitas dicas para quem quer viajar para o exterior por conta própria. Como mais de 30 viagens realizadas, ele tem muita experiência pra compartilhar!

Turomaquia – Criado em 2006 pela Patrícia de Camargo, uma brasileira, doutora em turismo que mora na Espanha, o Turomaquia é referência para brasileiros que vão conhecer a Espanha, além disso o blog tem muitas informações de vários destinos e é possível até comprar guias personalizados.

Ducs Amesterdam – O brasileiro Daniel Duclos, mora em Amsterdam desde 2007, ano que criou esse blog que é referência para quem vai viajar para a cidade e para outros destinos na Holanda.

Viaje na Viagem – Certamente um dos mais antigos e mais completos blogs de relatos de viagem do Brasil. É referência entre os blogs que falam de destinos.

Jeguiando – Janaína Calaça e Erik Pzado dão dicas de viagens, hospedagens e gastronomia.

Rodando pelo mundo – Michel P. Zylberberg, brasileiro que mora na Suíça, roda o mundo e vai registrando suas dicas no blog.

E-Dublin – Dicas para quem quer fazer intercâmbio na Irlanda, ou simplesmente viajar pela Europa.

Aprendiz de viajante – Relatos de viagem e dicas para viajar bem e barato com crianças.

Dondeando por aí – Clarissa é jornalista, fotografa amadora, aficcionada por viagens, esportes radicais e lugares exóticos. Tudo isso e um pouco mais você encontra no blog.

Sair do Brasil – O nome já diz tudo, se você vai sair do Brasil, esse blog é obrigatório.

Dri Everywhere – A economista Adriana Miller mora na Inglaterra e seu blog tem volume enorme de conteúdo de toda a Europa, especialmente Inglaterra e Espanha.

Canallondres – Não sei bem como classificar o site, mas talvez podemos dizer que o Canallondres é um video blog sobre a Europa feito por brasileiros e para brasileiros.

Vambora – O objetivo desse blog/site é despertar o desejo de conhecer, descobrir, sair, viajar!Porque sejamos sinceros: o mundo é muito grande para a gente ficar sempre no mesmo lugar! Então, VAMBORA?!

Cidadão do Planeta – Caio Fochetto relata suas viagens pelo mundo com uma grande quantidade de fotos e vídeos.

Turista Profissional & amadores – histórias, dicas e furadas de viagens por Ana Catarina Portugal.

UK para Brasileiro ver – Este blog se destina aos conterrâneos tupiniquins, mochileiros ou não, que vivem ou desejam viver na terra do chá das 5!

Viaggio Mondo – diário de viagens virtual que tem como objetivo fomentar o turismo e propiciar a troca de informações acerca dos diversos destinos e suas culturas.

Viajando bem e barato pela Europa – sem abrir mão do conforto e da segurança.

Esperamos que tenham gostado das dicas!

*(C) copyright Mundo Bodyboard – O conteúdo desta página é de direito autoral da equipe Mundo Bodyboard. Qualquer tipo de cópia ou reprodução deverá OBRIGATORIAMENTE colocar a fonte com LINK para esta página.

Deixe seu Comentário